Heitz Lochardet

Voltar

O Domaine Heitz-Lochardet pode parecer um novo nome na Borgonha, mas, na verdade, sua família já é proprietária de vinhas de Santenay a Clos Vougeot desde 1857.

Após a filoxera, Georges Lochardet decidiu vender muitas de suas propriedades, mas manteve a maioria das suas vinhas na Côte de Beaune por uma questão estratégica.

Até 2011 a família arrendava a maioria dos seus vinhedos para a Maison Joseph Drouhin, o que mudou quando Armand Heitz se formou em Enologia e decidiu começar a produzir vinhos. Não foi nada fácil exigir suas vinhas de volta.

Sua primeira safra foi em 2012, onde ele produziu um Bourgogne Chardonnay e um Bourgogne Pinot Noir, e desde então, ano a ano, vem conseguindo resgatar suas vinhas dos contratos de arrendamento e estabelecendo sua marca no mercado.

Em 2013 ele produziu cinco vinhos: Chevalier Montrachet Grand Cru, Chassagne Montrachet 1er Cru La Maltroye, Pommard 1er Cru Clos de Poutures, e os seus Bourgognes. Em 2014 se juntam ao seu portfólio Mersault 1er Cru Les Perrières, Pommard 1er Cru Les Rugiens, Meursault, e em 2015 Pommard 1er Cru Les Pezerolles e Volnay 1er Cru Les Taillepeds.

Atualmente o Domaine engloba o Heitz-Lochardet e também o Armand Heitz, que produz vinhos feitos com uvas compradas de terceiros.

X
Tudo certo

Vinho Adicionado ao carrinho

Ver Carrinho
Continuar Comprando